You are here

Share page with AddThis

Uso eficiente dos recursos hídricos

A água é o factor que mais limita a capacidade agrícola para alimentar a crescente população mundial. A água é um recurso limitado essencial à vida.

Para responder eficientemente à crescente necessidade de produtos alimentares, a água terá de ser utilizada de uma forma mais racional.

Recurso natural cada vez mais escasso no mundo, a água é o elo de ligação entre os desafios que envolvem a produção alimentar, a energia, o clima, o crescimento económico e a segurança alimentar. Cerca de 40% da água utilizada na agricultura de alguns países perde-se em virtude de práticas agrícolas ineficazes. A volatilidade do clima provoca perdas adicionais severas nas culturas em muitas regiões.

Devemos utilizar a água, portanto, de forma mais eficiente, ao mesmo tempo que produzimos alimentos mais saudáveis, com maior qualidade e em maior quantidade. O acesso à água segura tem um papel central no desenvolvimento sustentável, incluindo a segurança alimentar e a redução da pobreza. Estamos a atravessar uma crise energética e alimentar, perspectivando-se a ameaça futura da ocorrência de uma crise da água. A aprovação de novas tecnologias, pelas entidades reguladoras, que permitam que esta ameaça tenha um menor impacto futuro, é crucial.Os agricultores podem aumentar o seu rendimento, melhorar a segurança e a qualidade dos alimentos, ao mesmo tempo em que utilizam a água de forma mais eficiente.

O que é necessário para uma utilização mais eficiente da água?

  • A agricultura utiliza 70% de toda a água utilizada no mundo. Por isso, ela deve ser parte integral de qualquer estratégia nacional ou global relativa aos recursos hídricos;
  • Os produtores necessitam de políticas que permitam o uso de tecnologias que ajudem a desenvolver e proteger, os recursos hídricos e que melhorem a produtividade agrícola;
  • As entidades reguladoras podem influenciar as tomadas de decisão pelos governos dos países, no que se refere à utilização de tecnologias que permitam um uso eficiente da água.
  • O investimento público e privado nas infra-estruturas rurais deve ser incentivado de modo a beneficiar regiões agrícolas mais carenciadas.
  • Os governos devem incentivar as parcerias públicas e privadas para o uso eficiente da água.