You are here

Share page with AddThis

Insectos do solo - Scutigerela em Milho

 Scutigerella immaculata


Descrição
 

Adulto: centopeia branca de 5 a 8 mm de comprimento, mole e translúcida deixando ver o conteúdo do trato digestivo. Move-se muito rapidamente nas fissuras e nas pequenas cavidades do solo, com os seus 12 pares de patas.

Larva: semelhante ao adulto, excepto o número de patas (com 6 pares de patas na fase 1, adquire 1 par de patas extra em cada muda).

Ovo: esférico, coberto com quilhas, formando uma rede hexagonal.



Ciclo de desenvolvimento
 

A scutigerela desenvolve-se em focos relativamente estáveis em solos cultivados com fissuras, micro-cavidades, galerias de minhocas, favoráveis ao seu deslocamento.

Bem adaptada à vida no solo, realiza migrações verticais sazonais ou diárias entre a superfície e uma profundidade do solo que pode ultrapassar os 50 cm. Os níveis populacionais em solo cultivado podem ser da ordem dos 100 aos 600 indivíduos por m2.

A scutigerela vive vários anos, fazendo a sua muda a intervalos mais ou menos regulares (as populações na Primavera são compostas unicamente por adultos).

Entre cada muda, pode alimentar-se de algas, fungos, musgos; também é atraída pelas sementes e devora as extremidades das raízes muito jovens.

Também roi as raízes mais velhas, ao passar com os seus pêlos absorventes.

As posturas realizam-se na Primavera e prosseguem até ao Outono.

Em condições favoráveis, os indivíduos provenientes das posturas de Primavera podem, por sua vez, Iniciar nova geração no início do Outono.

O tempo de desenvolvimento de ovo a adulto é relativamente rápido: 2 meses a 27°C, 6 meses a 5°C.

A actividade de postura apenas parece ser possível acima dos 10°C.



Danos
 

Os ataques a sementes e raízes manifestam-se pelas diminuições da densidade da cultura, lentidão no desenvolvimento da vegetação e reduções de produtividade.



Soluções Syngenta