You are here

Share page with AddThis

Escaravelho da Batateira

Disponha de informação acerca do escaravelho da batateira. Descubra a sua morfologia, bioecologia, prejuízos e saiba como proteger a sua cultura da batata.

Leptinotarsa decemlineata Say

Esta é considerada a praga mais grave na cultura da batateira.



Morfologia
 

O escaravelho da batata é um Coleóptero com as seguintes características:
Ovo – Oval e de cor amarela.
Larva – Volumosa, cor vermelha-alaranjada, com a cabeça preta e manchas negras nos lados do abdómen.
Pupa – Cor vermelha ou alaranjada, encontrando-se escondidas no solo.
Adulto – Coleóptero, com a cabeça e o tórax de cor escura, corpo amarelo alaranjado, apresentando linhas negras nos élitros.



Bioecologia
 

Segundo as condições climáticas, este insecto pode apresentar 2 a 3 gerações anuais.

Passam o Inverno enterrados no solo, sob a forma de ninfa, retomando a sua actividade na Primavera, altura em que os adultos vão aparecendo de forma escalonada.

Este pode deslocar-se a longas distâncias, voando em busca das plantas hospedeiras. Uma vez encontrado o hospedeiro, alimentam-se, acasalam e as fêmeas entram em postura.

Cada fêmea pode efectuar a postura de algumas centenas de ovos no período de 30 dias.

A postura dos ovos ocorre em grupo (10 a 25 ovos), normalmente nas páginas inferiores das folhas, onde ficam colados.

A eclosão dá-se em poucos dias (4 a 10), consoante a temperatura.

As larvas alimentam-se durante 14 a 21 dias, com enorme voracidade (rebentos e folhas mais jovens e tenras) até passarem por 4 estados larvares.

Quando atingem a maturidade (4º estádio larvar) deixam-se cair para o solo onde se enterram na forma de ninfas.

Os adultos aparecem uma ou duas semanas mais tarde, iniciando um novo processo reprodutivo, bem como uma nova série de estragos para a cultura.



Prejuízos
 

O escaravelho da batateira é reconhecido pela sua enorme voracidade.

Tanto os adultos como as larvas alimentam-se das folhas provocando estragos. No entanto, são as larvas, sobretudo as dos últimos estádios larvares que causam a maior parte dos danos podendo, em ataques mais severos, destruir por completo, toda a vegetação.

A perda da área foliar reduz a capacidade da planta em produzir hidratos de carbono para os tubérculos, o que se traduz numa quebra da produção final, bem como na redução da qualidade da batata produzida.

Embora em qualquer altura possa originar prejuízos, considera-se que o período crítico de desfoliação da batata se situa imediatamente antes e imediatamente após a floração, altura em que a planta necessita de toda a sua capacidade produtiva para “alimentar” os tubérculos.

Neste período, qualquer perda de folhas por parte da planta, irá traduzir-se numa quebra da produção final – quanto mais forte for o ataque, mais grave será a quebra de produção.



Estratégia de protecção
 

Tendo em consideração a sua enorme capacidade de reprodução (2 a 3 gerações anuais), associada à sua extrema voracidade, há que tratar ao aparecimento das primeiras larvas e repetir o tratamento sempre que necessário.



Soluções Syngenta
 

Problema - imagens

Click an image to enlarge it

Larvas de Escaravelho

Batata

Escaravelho da Batata

Batata

Ovos de Escaravelho

Batata