You are here

Share page with AddThis

Míldio em Batata

Phytophthora infestans (Mont..) de Bary


O míldio é a principal doença da batateira podendo, em condições favoráveis destruir, por completo, toda a cultura.

A rápida disseminação e o elevado potencial destrutivo caracterizam o míldio como a mais importante e agressiva doença desta cultura.

É causada pelo fungo Phytophthora infestans e pode ocorrer em qualquer fase do desenvolvimento vegetativo da cultura, podendo afectar severamente, folhas, caules e tubérculos.

Caso não seja combatida, a doença propaga-se rapidamente a todas as folhas, pecíolos, caules e tubérculos, acabando a planta por morrer em poucos dias.

Sintomas

O míldio pode manifestar-se em:

Folhas – Aparecimento de pequenas manchas (áreas húmidas) inicialmente esverdeadas passando depois a acastanhadas, com um aspecto oleoso.
Em condições favoráveis estas manchas progridem rapidamente, dando origem a grandes áreas mortas (necrosadas), envolvidas por um halo verde-claro ou amarelado.
Na página inferior da folha e em redor da mancha, quando a humidade é elevada, forma-se um enfeltrado branco acinzentado / aveludado, constituído pelos orgãos de frutificação do fungo (conidióforos).

Caules – Aparecimento de manchas castanho-escuro a negro, brilhantes, as quais podem, nalguns ataques mais graves, rodear completamente o caule. Nesta situação as plantas podem murchar repentinamente.

Superfície dos Tubérculos – Aparecimento de manchas mais ou menos confluentes, de contornos arredondados e esbatidas, de cor acinzentada, violácea ou acastanhada.

Interior dos tubérculos (internamente) – Aparecimento de zonas marmoreadas, de cor acastanhada que progridem de maneira difusa da superfície para o interior.
Os tecidos afectados, desenvolvem como que uma podridão seca, de textura granulosa, que pode ser invadida por fungos secundários e bactérias, o que origina completa desintegração do tubérculo.

Condições climáticas favoráveis

Dia – Temperatura diurna de 10 a 25ºC, acompanhada de chuva, nevoeiro (H.R. muito elevada > 90%) ou orvalhos prolongados e película de agua sobre a folha.

Noite – Temperatura nocturna de 13ºC acompanhada de chuva ou orvalhos intensos.

Com H.R.> 75% durante 48 horas e temperaturas compreendidas entre 10 – 24ºC podem ocorrer ataques.

Prejuízos

O míldio pode, de acordo com a gravidade do ataque, levar à destruição parcial, ou mesmo total, da produção final.

As plantas mais afectadas podem acabar por morrer não produzindo normalmente, enquanto que os tubérculos afectados, perdem o seu valor comercial, o que inviabiliza a sua venda.

Aquando do armazenamento, os tubérculos infectados constituem uma fonte de propagação da doença, levando ao rápido apodrecimento de todos os tubérculos contíguos.

Estratégia de protecção

Proceder a tratamentos fitossanitários, preventivos, sempre que se verifiquem condições de H.R. elevada (ex. nevoeiro, chuva) e as temperaturas apresentem os seguintes valores:

  • Nocturnas – 13ºC;
  • Diurnas – 10 a 25ºC.

Nota: O fungo é mais facilmente destruído por condições de secura persistente e temperaturas superiores a 30ºC.

Soluções Syngenta

Problema - imagens

Click an image to enlarge it

Míldio na rama
Batata

Míldio no Tubérculo
Batata