You are here

Share page with AddThis

Oferta em dinheiro da ChemChina para adquirir a Syngenta por um valor superior a 43 biliões

08.02.2016

  • Oferta em dinheiro de 465 USD por ação mais um dividendo especial de 5 CHF
    • Oferta equivalente a 480 CHF por ação¹
    • Dividendo ordinário proposto de 11 CHF a pagar cumulativamente
  • Novo acionista permitirá a continuidade estratégica e o investimento a longo prazo na inovação
  • Futuro IPO pretendido
  • A Syngenta continuará a ser uma empresa global sediada na Suíça
  • Escolha para produtores em todo o mundo assegurada

A Syngenta anunciou hoje que a ChemChina ofereceu-se para adquirir a empresa por 465 USD por ação ordinária, mais um dividendo especial de 5 CHF, a pagar condicionalmente aquando e antes do fecho. A oferta é equivalente em francos suíços a 480 CHF por ação1. Os acionistas da Syngenta receberão adicionalmente o dividendo ordinário proposto de 11 CHF em maio de 2016. Está prevista a disponibilização de um instrumento para a conversão do produto das vendas em dólares para francos suíços no fecho.

O Conselho de Administração da Syngenta considera que a transação proposta respeita os interesses de todos os acionistas, e recomenda, por unanimidade, a oferta aos acionistas. Há financiamento cometido para o negócio e um forte compromisso em obter aprovação dos órgãos competentes. Uma oferta de aquisição pública suíça e norte-americana terá início nas próximas semanas e a transação espera-se estar concluída no final do ano.

A direção atual da Syngenta continuará a dirigir a empresa. Após o fecho, um Conselho de Administração de dez membros será presidido por Ren Jianxin, presidente da ChemChina, e incluirá quatro dos membros atuais do Conselho de Administração da Syngenta. A ChemChina está comprometida em manter os mais elevados padrões de governação, com vista a um IPO da empresa nos próximos anos.

Michel Demaré, presidente da Syngenta, disse: "Ao fazer esta oferta, a ChemChina está a reconhecer a qualidade e o potencial de negócio da Syngenta. Este inclui I&D e produção líderes da indústria, e a qualidade do nosso povo em todo o mundo. A transação minimiza o impacto nas operações; é focada no crescimento global, especialmente na China e outros mercados emergentes, e permite investimentos de longo prazo na inovação. A Syngenta continuará sediada na Suíça, refletindo o atrativo deste país como localização empresarial".

John Ramsay, Diretor Executivo, disse: "A Syngenta é o líder mundial na proteção de culturas, tendo aumentado significativamente a sua participação no mercado mundial ao longo dos últimos dez anos. Este acordo vai permitir-nos manter e expandir esta posição, e ao mesmo tempo aumentar significativamente o potencial do nosso negócio de sementes. Assegurará a escolha contínua para os produtores e o contínuo investimento em I&D para plataformas tecnológicas e culturas. O nosso compromisso para com a eficiência em termos de custo e capital permanecerá inalterado."

Ren Jianxin, Presidente da ChemChina, disse: "As conversações entre as nossas duas empresas têm sido amigáveis, construtivas e colaborativas, e estamos muito satisfeitos que esta colaboração tenha conduzido ao acordo hoje anunciado. Continuaremos a trabalhar juntamente com a direção e os funcionários da Syngenta para manter a liderança competitiva da empresa no campo da tecnologia agrícola global." Ele acrescentou. "A nossa visão não se limita aos nossos interesses mútuos, mas também responderá a, e maximizará os interesses dos agricultores e consumidores em todo o mundo. Estamos entusiasmados por Michel Demaré permanecer no Conselho de Administração como Vice-Presidente e diretor independente, e por trabalhar com John Ramsay, a administração e os funcionários da Syngenta no sentido de oferecer soluções seguras e fiáveis para o contínuo crescimento da procura mundial de alimentos."

A transação permitirá expandir ainda mais a presença da Syngenta nos mercados emergentes e, especialmente, na China. Além de química moderna, a Syngenta contribuirá com a sua experiência e know-how para a promoção dos mais elevados standards ambientais e estímulo de comunidades rurais prósperas. Estes objetivos refletem-se nos compromissos presentes no The Good Plano de Crescimento (O Plano de Bom Crescimento), que foi explicitamente recomendado pela ChemChina e que - em conjunto com a Fundação Syngenta para a Agricultura Sustentável - continuará a fazer parte integrante da estratégia da empresa.

Dyalco, JP Morgan, Goldman Sachs e UBS prestaram serviços de consultoria financeira para a Syngenta. Bär & Karrer e Davis Polk prestaram serviços de consultoria jurídica.

¹ Taxas de câmbio de acordo com o site do Swiss National Bank a 1 de fevereiro

Sobre a Syngenta

A Syngenta é uma empresa líder do ramo agrícola que ajuda a melhorar a segurança alimentar global, permitindo que milhões de agricultores façam uma melhor utilização dos recursos disponíveis. Através de ciência de primeira classe e soluções de cultivo inovadoras, 28.000 pessoas em mais de 90 países estão a trabalhar para transformar a maneira como as culturas são feitas. Estamos empenhados em salvar a terra da degradação, reforçar a biodiversidade e revitalizar as comunidades rurais. Para saber mais, visitarwww.syngenta.com e www.goodgrowthplan.com. Siga-nos no Twitter® em www.twitter.com/Syngenta.

Sobre a ChemChina

A ChemChina, sediada em Pequim, na China, possui sistemas de produção, I&D e marketing em 150 países e regiões. É a maior empresa química na China e ocupa a 265ª posição na Fortune 500. As principais áreas de negócio da empresa incluem a ciência dos materiais, ciências da vida, produção de produtos químicos de ponta e básicos, entre outros. Anteriormente, a ChemChina adquiriu com sucesso 9 empresas líderes do ramo industrial em França, Reino Unido, Israel, Itália, Alemanha, etc. Para saber mais, visitarwww.chemchina.com e www.chemchina.com/press.

 

Aviso Legal

Este comunicado de imprensa não é uma oferta nem um pedido de uma oferta de quaisquer títulos. Qualquer oferta ou documento de oferta, se aplicável, seria feito e distribuído pela ChemChina ou as suas subsidiárias.

Informação adicional e onde encontrá-la

A oferta pública de aquisição de ações em circulação, a American Depositary Shares e outros instrumentos de capital próprio na empresa ainda não foram iniciados. Este comunicado tem um caráter meramente informativo e não constitui uma oferta nem um pedido de uma oferta para vender títulos da empresa. O pedido e a oferta de compra de títulos da empresa só serão feitos na sequência de uma oferta de compra e materiais relacionados. No momento em que a oferta for iniciada, a ChemChina apresentará uma declaração de oferta pública de aquisição junto da US Securities and Exchange Commission ("SEC") e, posteriormente, a empresa apresentará uma declaração de pedido/recomendação no formulário 14D-9 referente à oferta. Os investidores e os detentores de títulos deverão ler esses materiais cuidadosamente quando ficarem disponíveis, uma vez que conterão informações importantes, incluindo os termos e condições da oferta. A oferta de compra, a declaração de pedido/recomendação e os materiais relacionados serão enviados pela ChemChina e a empresa à SEC, e os investidores e detentores de títulos poderão obter uma cópia gratuita destes materiais (quando disponível) e de outros documentos enviados pela ChemChina e a empresa à SEC através do website mantido pela SEC em www.sec.gov. Os investidores e detentores de títulos também podem obter cópias gratuitas da declaração de pedido/recomendação e outros documentos entregues à SEC pela empresa em www.syngenta.com.

Declaração de advertência a respeito de declarações prospetivas

Algumas das declarações contidas neste comunicado são prospetivas, incluindo as declarações relativas à consumação esperada da aquisição, a qual envolve uma série de riscos e incertezas, incluindo a satisfação das condições do fecho da aquisição, como a aprovação regulamentar para a transação e a oferta pública de aquisição de pelo menos 67% das ações em circulação da empresa, a possibilidade de a transação não ser concluída e outros riscos e incertezas discutidos nos documentos públicos da empresa entregues à SEC, incluindo a secção de "fatores de risco" do formulário 20-F da empresa, apresentado em 12 de fevereiro de 2015, bem como os documentos de oferta de aquisição pública a apresentar pela ChemChina e a declaração de pedido/recomendação a apresentar pela empresa. Estas declarações são baseadas em expectativas, suposições, estimativas e projeções atuais, e envolvem riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e outros fatores que podem fazer com que resultados, níveis de atividade, desempenho ou realizações sejam consideravelmente diferentes de quaisquer declarações futuras. Estas declarações são geralmente identificadas por palavras ou frases tais como "acreditar", "antecipar", "esperar", "pretender", "planear", "irá", "pode", "deveria", "estimar", "prever", "potencial", "continuar" ou pela negativa de tais termos ou outras expressões similares. Se as suposições subjacentes provarem ser incorretas, ou riscos desconhecidos ou incertezas se materializarem, os resultados reais e o calendário dos eventos podem diferir materialmente dos resultados e/ou do calendário discutido nas declarações prospetivas, não se devendo depositar confiança indevida em tais declarações. A ChemChina e a empresa isentam-se de qualquer intenção ou obrigação de atualizar quaisquer declarações prospetivas como resultado de desenvolvimentos registados após o período abrangido por este relatório ou qualquer outra forma.