You are here

Share page with AddThis

Syngenta em Campo 2014: Apresenta novas soluções a viticultores da Península de Setúbal

Noticias
05.08.2016

A Syngenta organizou, a 22 de Maio, uma jornada sobre viticultura no Kartódromo de Palmela, reunindo 90 produtores engarrafadores de vinho, agricultores e distribuidores da Península de Setúbal. O debate centrou-se na problemática da traça-da-uva e da cigarrinha verde e nas novas soluções Syngenta para controlo destas pragas.

A convite da Syngenta, a AVIPE - Associação de Viticultores do Concelho de Palmela, que presta assistência técnica há cerca de 20 anos na região, realizou uma apresentação sobre a incidência e controlo destas pragas-chave nas vinhas da Península de Setúbal, fazendo também um balanço sobre o decurso da campanha.

«O ano iniciou-se com o clima um pouco instável, o que obrigou a que até à floração se fizessem alguns tratamentos para míldio e oídio para proteger as vinhas. No entanto, até à data não surgiram quaisquer problemas com estas doenças. Relativamente a pragas, a primeira geração da traça foi intensa, com a presença de alguns ninhos nas vinhas, porém, sem necessidade de se fazer tratamento. Neste momento irá iniciar-se a segunda geração», resumiu Ana Chambel, técnica da AVIPE.

É por altura do aparecimento da segunda e terceira geração da traça-da-uva, que surgem, respectivamente em meados de Junho e início Agosto, que os viticultores realizam os tratamentos. Nestas duas épocas, com a subida da temperatura, normalmente surge também a cigarrinha-verde, o que implica que o tratamento da segunda geração, que em geral se posiciona na segunda ou terceira semana de Junho, seja realizado com um insecticida que tenha acção nas duas pragas ou com uma mistura de dois produtos diferentes. O mesmo pode acontecer na terceira geração da traça, com tratamento entre a primeira e a segunda semana de Agosto.

O porfólio Syngenta para a cultura da vinha contempla uma nova solução que permite o combate simultâneo das duas pragas com um único produto – o Luzindo™ – que faz parte de uma nova geração de insecticidas. Após a retirada de algumas substâncias activas que permitiam o controlo simultâneo da traça-dos-cachos e da cigarrinha verde, o Luzindo™ vem preencher uma lacuna de mercado, apresentando-se como uma solução flexível, prática e conveniente. «Em ensaios levados a cabo em anos anteriores o produto mostrou-se muito eficaz no combate das duas pragas e com uma persistência muito boa, face às soluções que existem no mercado», garante Gilberto Lopes, field expert da Syngenta na região Sul.

A traça-da-uva foi no passado um problema grave na Península de Setúbal, mas graças ao apoio técnico da AVIPE, os viticultores passaram a conhecer a praga, a monitorizá-la e a saber qual a melhor altura para realizarem os tratamentos, evitando prejuízos nas vinhas. A cigarrinha-verde, surgiu mais recentemente na região, mas porque é facilmente detectada nas vinhas, e sendo correctamente tratada, não chega a causar prejuízos.

«O Luzindo™ parece ser uma boa aposta, pois permite com apenas um produto tratar as duas pragas. É sempre benéfico surgirem novas soluções, até porque, temos assistido nos últimos anos, à retirada de vários produtos do mercado», afirma Ana Chambel.

Segundo a AVIPE, as vinhas da Península de Setúbal apresentam um óptimo desenvolvimento vegetativo e a previsão de produção é média/alta. O posicionamento do Luzindo™ proposto pela Syngenta permite produzir uvas de acordo com as exigências de produtores, distribuidores e consumidores.

A Syngenta é uma das empresas líderes no seu ramo de actividade. O grupo emprega mais de 27.000 pessoas em mais de 90 países, com um único objectivo comum: trazer para a vida o potencial das plantas. Através da excelência dos nossos cientistas, da nossa presença a nível mundial e do empenho de todos os nossos colaboradores em responder às necessidades dos nossos clientes, ajudamos a maximizar a produtividade e o rendimento das culturas, a proteger o ambiente e a melhorar a saúde e a qualidade de vida. Para mais informações sobre a Syngenta, consulte o site www.syngenta.com.