You are here

Share page with AddThis

Syngenta estreita laços com canal Distribuição

Noticias
04.02.2016
Syngenta estreita laços com canal Distribuição

A Syngenta recebeu 23 distribuidores numa jornada de trabalho, no Hotel Myriad, em Lisboa, a 14 de Janeiro, onde anunciou a sua estratégia para os próximos anos e revelou o lançamento de produtos inovadores no segmento proteção das culturas.

A equipa da Syngenta em Portugal e alguns dos responsáveis máximos da Syngenta Iberia estiveram reunidos com o canal Distribuição, na tarde de 14 de Janeiro, numa jornada de balanço da campanha agrícola passada e lançamento da estratégia da empresa para o triénio 2016-2018.

Entre os 55 participantes estiveram Sergio Dedominici, diretor-geral Syngenta Iberia, Javier Bardon, responsável Comercial Syngenta Iberia, Rober Renwick, responsável Marketing Syngenta Iberia, Rui Correia, Responsável Gestão Produtos Syngenta Iberia e João Capaz, Responsável Financeiro Syngenta Iberia.

«Além do habitual balanço de campanha e apresentação de novos produtos, esta reunião serviu sobretudo para estreitar laços com os nossos distribuidores e dar-lhes a garantia de que a Syngenta é e será cada vez mais um parceiro sempre presente, com o qual podem contar na sua atividade diária, no apoio e aconselhamento às suas equipas no terreno», afirma Paulo Machado, responsável comercial da Syngenta em Portugal.

Entre as novidades apresentadas ao nível da estrutura Syngenta, destaca-se o anúncio da criação de uma equipa especializada e dedicada em exclusivo às culturas extensivas – milho e girassol -, sob a égide da Koipesol, empresa do grupo Syngenta. Esta opção permitirá libertar a atual equipa da Syngenta para os negócios de proteção das culturas e sementes hortícolas, estando mais próxima do cliente final e da rede de distribuição.

Os testemunhos de alguns distribuidores presentes na jornada, confirmam que a Syngenta está no bom caminho:

«Gostei do evento, achei a comunicação clara e objetiva e constatei que a Syngenta quer dar mais um passo na consolidação da sua posição no terreno, que implica maior e melhor apoio à rede de distribuição. Quanto à reorganização das equipas, parece-me um bom passo porque liberta o corpo técnico atual para estar mais focado no core business da empresa- a proteção das culturas», afirma Gaspar Pinto, responsável da empresa A. Cano.

«Dou os parabéns à Syngenta pela organização e dinâmica do evento! Da reunião destaco com interesse a apresentação dos objetivos por cultura para 2016, bem como a apresentação dos novos produtos que chegarão ao mercado nacional até 2018. Produtos esses de extrema importância para a agricultura na Região Oeste», diz por seu turno Nuno Pereira, gerente da empresa Campoeste.

«A Syngenta tem vindo a melhorar gradualmente a sua relação com os seus distribuidores e nesta reunião parece-nos ter sido dado mais um passo importante. Em particular, a decisão de ter abandonado a comercialização dos milhos Syngenta vai permitir que a equipa técnica e comercial da Syngenta no campo tenha mais disponibilidade para auscultar o mercado e promover a linha de produtos fitofarmacêuticos. Como tem sido habitual, a Syngenta primou pela organização, acolhimento, informação prestada e linhas orientadoras para o futuro. Assim, tenho uma opinião global muito favorável e um sentimento de que a companhia acompanhará adequadamente os seus distribuidores de referência no mercado na campanha de 2016», reforça Paula Borrego, administradora da empresa Borrego Leonor e Irmão.

Gama Syngenta renovada

A gama Syngenta crop protection surge renovada, incluindo novas substâncias ativas e formulações mais convenientes para os agricultores. No segmento dos fungicidas, o novo Geoxe®, indicado para combater a podridão cinzenta dos cachos em videira e podridões de conservação dos frutos causadas por Gloeosporium spp. e Penicillium expansum em pomóideas, é um fungicida de superfície à base de fludioxonil, com atividade preventiva, inidcado para aplicação na fase final do ciclo de desenvolvimento dos frutos, contribuindo para melhorar a sua conservação.

O Embralia®, um novo fungicida para controlo do pedrado, oídio e monília, em frutos de caroço, inclui na sua formulação uma substância ativa de nova geração – isopirazame – que atua no controlo de um vasto leque de doenças causadas por fungos. Devido à sua tecnologia, esta substância ativa adere fortemente aos fungos e à cera das folhas, garantindo uma proteção duradoura contra as doenças.

Ainda no capítulo dos fungicidas, o Revus Top®, indicado para controlo do míldio e da alternaria em tomateiro e batateira, combina agora a mandipropamida, s.a. do Revus, com o difenopanazol, s.a. do Topaze.

Na gama de inseticidas, as novidades são o Optrona®, um novo inseticida para controlo da trips e bemisia tabaci em tomate de estufa; o Eforia®, um multipragas indicado para as culturas da batateira, tomateiro e olival, agora à venda a um preço mais ajustado ao mercado e o Ampligo®, um inseticida com largo espetro de ação, indicado para milho e tomateiro.

Nos segmento dos herbicidas, os produtores de batata passam a dispor de uma nova opção para controlo das principais infestantes em pré-emergência – o Arcade® - , um herbicida formulado à base de prosulfocarbe e metribuzina. Já os produtores de cereais podem contar com um herbicida pronto a usar, com adjuvante incorporado, o Axial Pro®, de ação foliar para controlo das gramíneas anuais, em aplicações de pós-emergência, nas culturas do trigo mole, trigo duro e cevada.

De modo a facilitar a informação sobre os produtos a Syngenta lançou um novo catálogo incluindo toda a gama de produtos da empresa, algo que já não acontecia há 10 anos. Simultaneamente, o novo catálogo está disponível em formato digital, podendo ser consultado em www.syngenta.pt ou descarregado, em poucos segundos, através de uma aplicação via smartphone ou tablet.

 

A Syngenta é uma das empresas líderes no seu ramo de actividade. O grupo emprega mais de 27.000 pessoas em mais de 90 países, com um único objectivo comum: trazer para a vida o potencial das plantas. Através da excelência dos nossos cientistas, da nossa presença a nível mundial e do empenho de todos os nossos colaboradores em responder às necessidades dos nossos clientes, ajudamos a maximizar a produtividade e o rendimento das culturas, a proteger o ambiente e a melhorar a saúde e a qualidade de vida. Para mais informações sobre a Syngenta, consulte o site www.syngenta.pt o www.syngenta.com.