You are here

Share page with AddThis

Quadris

Ultima atualização:
07.03.2017

Fungicida

Protecção de culturas

Número de autorização: 
12
Embalagems: 
1 l
Composição: 
Fórmula: 
Suspensão concentrada

Fungicida para combate à Escoriose, ao Míldio ao Oídio e ao Black Rot da videira.

Vinha

Doenças Concentração

(ml / hl)
Recomendações
Escoriose 75 As aplicações deverão ser feitas de acordo com o Serviço de Avisos.

A concentração indicada tem como base a utilização de pulverizadores debitando 250 a 500 l/ha.

Fazer uma aplicação durante as fases iniciais de desenvolvimento da videira (gomo de algodão até três folhas livres).

Em videiras fortemente atacadas, efectuar dois tratamentos: o primeiro entre o gomo de algodão e a ponta verde e o segundo entre a saída das folhas e as três folhas livres.



Iniciar as aplicações de acordo com o Serviço de Avisos ou, na sua ausência, às 7-8 folhas até ao bago de ervilha, em aplicações sequenciais ou em alternância com o Ridomil Gold Combi pepite technology e o Topaze ou Thiovit Jet.

Realizar um máximo de 3 tratamentos com este produto, ou com outros fungicidas com o mesmo modo de acção (QoI). Os tratamentos devem ser feitos com uma cadência de 12 dias, reduzindo para 10 sempre que as condições climáticas forem favoráveis à doença.
Míldio

Oídio

Black Rot
75-100

 

Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

  • GHS09

Declarações de precaução

  • Em algumas castas e em determinadas condições climáticas poderá eventualmente ocorrer uma descoloração das folhas que é transitória e não afecta o normal desenvolvimento das plantas.
  • O Quadris poderá afectar algumas cultivares de macieira; deve evitar-se o arrastamento da calda para pomares de macieira vizinhos e não utilizar o mesmo pulverizador.
  • O Quadris não deve ser aplicado nos locais onde comecem a verificar-se quebras de eficácia após as aplicações do produto ou de outros produtos existentes no mercado com o mesmo modo de acção.
  • Não realizar mais de 3 tratamentos por ano com este produto nem recorrer a outro fungicida do grupo das estrobilurinas, ou com o mesmo modo de acção (QoI). Também não devem ser efectuadas mais de 2 aplicações sequenciais com este produto.
  • Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
  • Evitar a libertação para o ambiente.
  • Recolher o produto derramado.
  • Eliminar o conteúdo de forma apropriada.
  • Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.
  • Para protecção dos organismos aquáticos, não aplicar em terrenos agrícolas adjacentes a águas de superfície.
  • Intervalo de Segurança: 21 dias em videira.
  • Centro de informação anti-venenos: 808 250 143
  • A embalagem vazia deverá ser lavada três vezes, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de recepção valorfito; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.

Modo de Preparação da Calda e Utilização

A calda deve ser preparada directamente no depósito do pulverizador, procedendo da seguinte forma: colocar água até 2/3 da sua capacidade; pôr o agitador em funcionamento; verter o Quadris directamente no depósito e completar o enchimento com água.

Calibrar correctamente o equipamento, assegurando a uniformidade de calda no alvo biológico pretendido.

Calcular o volume de calda gasto por ha em função do débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas).

Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose

A aplicação do produto deve ser efectuada pulverizando cuidadosamente toda a planta dos dois lados da videira, tendo especial atenção a partir do vingamento, a protecção do cacho.

A eficácia do Quadris não é afectada pelas chuvas caídas nas 3 horas após a aplicação. Repetir o tratamento se a chuva caír antes de a pulverização secar.

Quando a aplicação se faz com aparelhos de médio ou baixo volume (turbinas ou atomizadores), a concentração deve ser aumentada de modo que a dose de produto por hectare seja a mesma que no alto volume.

  • Centro de informação anti-venenos: 808 250 143

  • Protecção Integrada

    Segundo a Directiva do Uso Sustentável (Directiva 2009/128/CE) que foi transposta para a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos príncipios gerais da Protecção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumprido esses príncipios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Protecção Integrada.

    Intervalo de Segurança

    Cultura Intervalo de Segurança (dias)
    Videira 21
    Próteas ---
    Antúrios ---
    Orquídeas ---
    Estrelícias ---

    L.M.R.

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU:: http://ec.europa.eu/sanco_pesticides/public/index.cfm