You are here

Share page with AddThis

Actellic 50

Ultima atualização:
27.04.2017

Insecticida

Protecção de culturas

Authorisation Number: 
666
Embalagems: 
5 l
Composição: 
Fórmula: 
Concentrado para emulsão (EC)

Insecticida indicado no combate a pragas dos cereais armazenados. O ACTELLIC 50 é um composto organofosforado que actua sobre os insectos por contacto e fumigação.

Armazéns vazios

Pragas Dose/Concentração Recomendações
Gorgulho dos cereais (Sitophilus granarius)
Alucite (Sitotroga cerealella)
Caruncho-de-suriname (Oryzaephilus surinamensis)
Gorgulhos-da-farinha (Tribolium castaneum e Tribolium confusum)
Traça das farinhas (Ephestia sp.)
Traça-indiana-da-farinha (Plodia interpunctella)
Bezourinho-do-trigo armazenado (Rhyzopertha dominica)
Ácaro da farinha (Acarus siro)
100 mL de ACTELLIC 50 em 5 L de água para paredes lisas e não porosas e 15 L de água em paredes rugosas e porosas. Utilizar apenas com sistemas de pulverização automatizados. Molhar bem as paredes, sem escorrimentos.

Cereal a granel

Pragas Dose/Concentração Recomendações
Gorgulho dos cereais (Sitophilus granarius)
Alucite (Sitotroga cerealella)
Caruncho-de-suriname (Oryzaephilus surinamensis)
Gorgulhos-da-farinha (Tribolium castaneum e Tribolium confusum)
Traça das farinhas (Ephestia sp.)
Traça-indiana-da-farinha (Plodia interpunctella)
Bezourinho-do-trigo armazenado (Rhyzopertha dominica)
Ácaro da farinha (Acarus siro)
8 mL de ACTELLIC 50 em 0,75-1,5 L de água para 1000 Kg de cereal. Ao fazer a pulverização não é necessário cobrir todo o grão.

Cereal ensacado

Pragas Dose/Concentração Recomendações
Gorgulho dos cereais (Sitophilus granarius)
Alucite (Sitotroga cerealella)
Caruncho-de-suriname (Oryzaephilus surinamensis)
Gorgulhos-da-farinha (Tribolium castaneum e Tribolium confusum)
Traça das farinhas (Ephestia sp.)
Traça-indiana-da-farinha (Plodia interpunctella)
Bezourinho-do-trigo armazenado (Rhyzopertha dominica)
Ácaro da farinha (Acarus siro)
50 mL de ACTELLIC 50 em 10 L de água para 100 m2 de sacos. Pulverizar cada saco, quando se forma a pilha, sem encharcar.

Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

  • GHS02

  • GHS05

  • GHS07

  • GHS08

  • GHS09

Avisos legais

Declarações de precaução

  • A fim de evitar o aparecimento de resistências, recomenda-se alternar a aplicação deste produto com inseticidas com diferentes modos de ação.
  • Líquido e vapor inflamáveis.
  • Nocivo por ingestão.
  • Pode ser mortal por ingestão e penetração nas vias respiratórias.
  • Pode provocar uma reacção alérgica cutânea.
  • Provoca lesões oculares graves.
  • Pode provocar irritação das vias respiratórias.
  • Pode provocar sonolência ou vertigens.
  • Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
  • Manter afastado do calor/faísca/chama aberta/superfícies quentes. - Não fumar.
  • Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
  • Usar luvas de protecção/vestuário de protecção/protecção ocular/protecção facial.
  • EM CASO DE INGESTÃO: contacte imediatamente um CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou um médico.
  • SE ENTRAR EM CONTACTO COM OS OLHOS: enxaguar cuidadosamente com água durante vários minutos. Se usar lentes de contacto, retire-as, se tal lhe for possível. Continuar a enxaguar.
  • Contacte imediatamente um CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou um médico.
  • NÃO provocar o vómito.
  • Em caso de irritação ou erupção cutânea: consulte um médico.
  • Lavar a roupa contaminada antes de a voltar a usar.
  • Recolher o produto derramado.
  • Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
  • Pode provocar pele seca ou gretada, por exposição repetida.
  • Ficha de segurança fornecida a pedido.
  • Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.
  • Antídoto - sulafto de atropina.
  • Centro de informação anti-venenos: 808 250 143
  • A embalagem vazia deverá ser lavada três vezes, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de recepção valorfito; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.

Modo de Preparação da Calda e Utilização

No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre. Evitar deixar a calda em repouso.

  • Centro de informação anti-venenos: 808 250 143

  • Protecção Integrada

    Segundo a Diretiva do Uso Sustentável (Diretiva 2009/128/CE) que foi transposta para a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos princípios gerais da Proteção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumpridos esses princípios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Proteção Integrada.

    Intervalo de Segurança

    Cultura Intervalo de Segurança (dias)
    Trigo -
    Tricale -
    Cevada -
    Aveia -

    L.M.R.

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU: http://ec.europa.eu/food/plant/pesticides/eu-pesticides-database/public/?event=activesubstance.selection&language=EN