You are here

Share page with AddThis

Insegar

Ultima atualização:
06.03.2017

Insecticida

Protecção de culturas

Número de autorização: 
2872
Embalagems: 
Embalagens de 600 g.
Composição: 
Fórmula: 
Grânulos dispersíveis em água

Insecticida indicado para combater a traça dos cachos, o bichado e a cochonilha de S. José da macieira e da pereira. Tem também efeito secundário sobre as mineiras das folhas da macieira.

Macieira

Pragas Concentração
(g / hl)
Recomendações
Bichado 50 – 60 Fazer a 1ª aplicação no início do voo dos adultos que, em regra, ocorrerá a partir de Maio, com temperaturas crepusculares superiores a 15º C, momento a partir do qual se iniciam as posturas.
O 2º tratamento e seguintes far-se-ão com base no controlo do voo dos adultos em armadilhas sexuais e noutras observações complementares, procurando ter em conta o nível de estragos e, naturalmente, considerando as informações dos Serviços de Avisos.
Na prática, muito particularmente com a sobreposição dos voos, os intervalos entre tratamentos serão, em regra geral, da ordem das 3-4 semanas. Este período é também o limite da persistência biológica do produto.
Mineiras O INSEGAR 25 WG tem também ação sobre esta praga. Porém, dada a biologia das mineiras não ser perfeitamente conhecida, a optimização dos resultados verificar-se-á sempre que a aplicação do producto contra o bichado coincidir com a fase de postura das mineiras. Na prática, o tratamento contra o bichado poderá ter uma ação efeicaaz sobre as mineiras, desde que elas estejam no estado sensível na altura do tratamento.
Cochonilha de S. José 60 Em tratamento de Inverno, utilizar o INSEGAR 25 WG, na concentração de 60 g/hL, adicionado de 2 L/hL de Óleo de Verão. Molhar bem os ramos e os troncos.
Durante o ciclo vegetativo, aplicar o INSEGAR 25 WG, na concentração de 60 g/hL, quando surgirem as primeiras formas móveis ou segundo as indicações do Serviço de Avisos. Em muitas situações, esta aplicação coincide com a primeira aplicação do INSEGAR 25 WG para o controlo do bichado, pelo que deve atender às indicações dos Serviços de Avisos para o posicionamento do tratamento simultâneo às duas pragas.

Pereira

Pragas Concentração
(g / hl)
Recomendações
Bichado 50 – 60 Fazer a 1ª aplicação no início do voo dos adultos que, em regra, ocorrerá a partir de Maio, com temperaturas crepusculares superiores a 15º C, momento a partir do qual se iniciam as posturas.
O 2º tratamento e seguintes far-se-ão com base no controlo do voo dos adultos em armadilhas sexuais e noutras observações complementares, procurando ter em conta o nível de estragos e, naturalmente, considerando as informações dos Serviços de Avisos.
Na prática, muito particularmente com a sobreposição dos voos, os intervalos entre tratamentos serão, em regra geral, da ordem das 3-4 semanas. Este período é também o limite da persistência biológica do produto.
Mineiras O INSEGAR 25 WG tem também ação sobre esta praga. Porém, dada a biologia das mineiras não ser perfeitamente conhecida, a optimização dos resultados verificar-se-á sempre que a aplicação do producto contra o bichado coincidir com a fase de postura das mineiras. Na prática, o tratamento contra o bichado poderá ter uma ação efeicaaz sobre as mineiras, desde que elas estejam no estado sensível na altura do tratamento.
Cochonilha de S. José 60 Em tratamento de Inverno, utilizar o INSEGAR 25 WG, na concentração de 60 g/hL, adicionado de 2 L/hL de Óleo de Verão. Molhar bem os ramos e os troncos.
Durante o ciclo vegetativo, aplicar o INSEGAR 25 WG, na concentração de 60 g/hL, quando surgirem as primeiras formas móveis ou segundo as indicações do Serviço de Avisos. Em muitas situações, esta aplicação coincide com a primeira aplicação do INSEGAR 25 WG para o controlo do bichado, pelo que deve atender às indicações dos Serviços de Avisos para o posicionamento do tratamento simultâneo às duas pragas.

Videira

Pragas Concentração
(g / hl)
Recomendações
Traças 30-40 Efectuar a aplicação do producto logo que se verifiquem as primeiras posturas. Se possível condicionar a aplicação ao controlo da evolução da curva de voo dos adultos através de observações diretas, armadilhas sexuais ou Serviços de Avisos e procurando ter em conta o nível de estragos.
Para a mesma geração, particularmente para a 2ª geração, pode ser necessário outro tratamento, a efetuar duas a três semanas após o primeiro, particularmente se a duração do voo dos adultos for longa e em vinhas onde os ataques da traça são habitualmente importantes.
A oportunidade de intervenção quanto ao primeiro tratamento é fundamental para a obtenção de resultados satisfatórios.

Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

  • GHS08

  • GHS09

Avisos legais

Declarações de precaução

  • Pelas suas características, o INSEGAR 25 WG é geralmente considerado seguro para importantes artrópodes - predadores e parasitóides-auxiliares.
  • É eficaz contra as estirpes resistentes a insecticidas cujo modo de atuação difere do seu.
  • A sua aplicação deve ser feita evitando as horas mais quentes do dia, com a folhagem seca.
  • As suas características tornam-no um inseticida compatível com programas de proteção integrada.
  • Não se aconselha a sua utilização em pereiras das variedades ‘General Leclerc’ e ‘Hardy’, dada a sua eventual sensibilidade ao producto (fitotoxicidade).
  • Não contaminar culturas e terrenos vizinhos.
  • Suspeito de provocar cancro.
  • Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
  • Pedir intruções específicas antes da utilização.
  • • Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
  • EM CASO DE exposição ou suspeita de exposição: consulte um médico.
  • Recolher o produto derramado.
  • Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
  • Ficha de segurança fornecida a pedido.
  • Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.
  • Perigoso para as abelhas. Para proteção das abelhas e de outros insetos polinizadores, não aplicar este producto durante a floração das culturas.
  • Para proteção dos organismos aquáticos, não aplicar em terrenos agrícolas adjacentes a águas de superfície.
  • Intervalo de Segurança – 14 dias em vinha; 21 dias em macieira, pereira.
  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef: 808 250 143
  • A embalagem vazia não deverá ser lavada, sendo completamente esgotada do seu conteúdo, inutilizada e colocada em sacos de recolha, sempre que possível, devendo estes serem entregues num centro de receção Valorfito.
  • Os resultados da aplicação deste produto são suscetíveis de variar pela ação de fatores fora do nosso domínio pelo que apenas nos responsabilizamos pelas características previstas na Lei.

Modo de Preparação da Calda e Utilização

MODO DE PREPARAÇÃO DA CALDA:
No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre.
Evitar deixar a calda em repouso

MODO DE APLICAÇÃO:
Calibrar corretamente o equipamento, assegurando a uniformidade na distribuição de calda no alvo biológico pretendido.
Calcular o volume de calda gasto por ha em função do débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas).
Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose

  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef: 808 250 143

  • Protecção Integrada

    Segundo a Directiva do Uso Sustentável (Directiva 2009/128/CE) que foi transposta para a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos príncipios gerais da Protecção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumprido esses príncipios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Protecção Integrada.

    Intervalo de Segurança

    Cultura Intervalo de Segurança (dias)
    Ameixeira 21
    Macieira
    Nogueira
    Pereira
    Vinha 14

    L.M.R.

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU:: http://ec.europa.eu/sanco_pesticides/public/index.cfm