You are here

Share page with AddThis
Pirimor G

Pirimor G

Ultima atualização:
12.12.2016

Insecticida

Protecção de culturas

Authorisation Number: 
3500
Embalagems: 
50 g
1 kg
Composição: 
Fórmula: 
Grânulos dispersíveis em água

Insecticida indicado no combate aos afídeos (piolhos) do pessegueiro, macieira, pereira, citrinos, couve de bruxelas, feijoeiro, pepino, alface, batateira, roseiras, craveiros, crisântemos, cinerárias, ciclames, trigo, aveia e cevada.

Alface (ar livre)

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50-75 1

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Alface (em estufa)

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50 2

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Aveia

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 250 g/ha 2 Aplicar de preferência no início da infestação.
Aplicar só até à floração.
Em Aveia e Cevada o combate aos afídeos pode realizar-se por via aérea ou terrestre.

Batateira

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50 2

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Cevada

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 250 g/ha 2 Aplicar de preferência no início da infestação.
Aplicar só até à floração.
Em Aveia e Cevada o combate aos afídeos pode realizar-se por via aérea ou terrestre.

Ciclames

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50-75 -

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Cinerárias

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50-75 -

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Couve-de-bruxelas

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50-75 1

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Craveiro

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50-75 -

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Crisântemo

Pragas Concentração (g/hl)/Dose (g/ha) Número máximo de aplicações Recomendações
Afídeos ou Piolhos 50-75 -

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

  • GHS09

  • GHS06

Avisos legais

Declarações de precaução

  • Desaconselha-se a mistura do PIRIMOR e do INSEGAR.
  • O combate aos afídeos nos cereais pode realizar-se por via aérea ou terrestre.
  • Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o PLENUM 50 WG no caso do pessegueiro, dos citrinos e das ornamentais, o KARATE ZEON no caso da macieira, da pereira e dos cereais.
  • Tóxico por ingestão.
  • Provoca irritação ocular grave.
  • Nocivo por inalação.
  • Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
  • Evitar respirar as poeiras/fumos/gases/névoas/vapores/aerossóis.
  • Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
  • Usar luvas de proteção/vestuário de proteção/proteção ocular/proteção facial.
  • EM CASO DE INGESTÃO: contacte imediatamente um CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou um médico.
  • SE ENTRAR EM CONTACTO COM OS OLHOS: enxaguar cuidadosamente com água durante vários minutos. Se usar lentes de contacto, retire-as, se tal lhe for possível. Continuar a enxaguar.
  • Caso a irritação ocular persista: consulte um médico.
  • Recolher o produto derramado.
  • Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
  • Ficha de segurança fornecida a pedido.
  • Contém pirimicarbe. Pode provocar uma reação alérgica.
  • Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.
  • Para proteção dos organismos aquáticos, não aplicar em terrenos agrícolas adjacentes a águas de superfície.
  • No caso de aplicações aéreas, as empresas aplicadoras deverão assegurar os cuidados indispensáveis à segurança de todo o pessoal envolvido no tratamento e tomar em consideração os aspetos inerentes a esta técnica de aplicação, de modo a não contaminar as áreas circunvizinhas da área a tratar.
  • Antídoto - sulfato de atropina.
  • Intervalo de Segurança - 7 dias em alface ao ar livre, feijoeiro e couve-de-bruxelas; 14 dias em macieira, pereira, pessegueiro, alface em estufa, pepino, batateira; 35 dias em trigo; em aveia e cevada aplicar só até à floração.
  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef: 808 250 143
  • Embalagens de 50g: A embalagem vazia não deverá ser lavada, sendo completamente esgotada do seu conteúdo, inutilizada e colocada em sacos de recolha, sempre que possível, devendo estes serem entregues num centro de receção Valorfito.
  • Embalagem de 1 Kg: A embalagem vazia deverá ser lavada três vezes, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de receção Valorfito; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.

Modo de Preparação da Calda e Utilização

No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre.
As concentrações atrás indicadas referem-se a pulverização em alto volume (1000 litros/ha). Quando a aplicação se faz com aparelhos de médio ou baixo volume (turbinas ou atomizadores), a concentração da calda deve ser aumentada de tal modo que a dose de produto por hectare seja a mesma que no alto volume.

  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef: 808 250 143

  • Protecção Integrada

    Segundo a Directiva do Uso Sustentável (Directiva 2009/128/CE) que foi transposta para a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos príncipios gerais da Protecção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumprido esses príncipios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Protecção Integrada.

    Intervalo de Segurança

    Cultura Intervalo de Segurança (dias)
    Alcachofra 14
    Aipo (raiz) 7
    Aipo (caule) 7
    Agrião de água 7
    Alface de cordeiro (6-8 folhas) 7
    Chicória (escarola) 7
    Couve chinesa 7
    Pastinaca 7
    Couve de Bruxelas 7
    Feijão com casca 7
    Couve Nabo 7
    Acelga 14
    Coentros 7
    Espinafre 7
    Salsa 7
    Batata 14
    Nabo 7
    Trigo 35
    Beterraba de mesa 7
    Beterraba sacarina 14
    Alface 7 dias (ar livre)
    14 dias (estufa)
    Mizuna
    (6-8 folhas)
    7 dias (ar livre)
    14 dias (estufa)
    Mostardas
    (6-8 folhas)
    Rúcula
    (6-8 folhas)
    Rucula selvagem
    (6-8 folhas)
    Espinafre
    (6-8 folhas)
    Couve chinesa
    (6-8 folhas)
    Tatsoi
    (6-8 folhas)
    Ervilha
    (6-8 folhas)
    Couve brócolos
    (6-8 folhas)
    Couve frisada
    (6-8 folhas)
    Couve repolho
    (6-8 folhas)
    Couve-de-bruxelas
    (6-8 folhas)
    Couve-flor
    (6-8 folhas)
    Komatsuna
    (6-8 folhas)
    Acelga 
    (6-8 folhas)
    Rabanete
    (6-8 folhas)
    Feijão sem casca 7
    Aveia ---
    Cevada ---
    Pepino 14
    Macieira 14
    Pereira 14
    Pessegueiro 14
    Cerefólio 10
    Colza 21
    Couves de Repolho
    (Couve repolho,
    Couve roxa,
    Couve lombarda)
    7
    Couve Frisada
    (Couve galega e
    Couve portuguesa)
    7
    Salva 10
    Oregãos 10
    Aneto 7
    Estragão 10
    Manjericão 10
    Antúrios ---
    Salsa de raíz grossa 7
    Hortelã 10
    Romãzeira ---

    L.M.R.

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU:: http://ec.europa.eu/sanco_pesticides/public/index.cfm