You are here

Share page with AddThis

Ortiva

Ultima atualização:
20.11.2017

Fungicida

Proteção de culturas

Número de autorização: 
13
Embalagems: 
1 l
5 l
Composição: 
Fórmula: 
Suspensão concentrada

O fungicida Ortiva combate doenças como o míldio, oídio, alternariose, estenfíliose em culturas hortícolas e a ferrugem castanha e piriculariose em cereais.

Alface (ar livre)

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Estenfiliose 80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do tomateiro em estufa, mais de 1 tratamento, e em tomateiro ao ar livre, cenoura, alface ao ar livre, cebola morangueiro e pimenteiro, mais de 2 tratamentos com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias em cebola, alface morangueiro e pimenteiro, de 10-12 dias em tomateiro e de 10-14 dias em cenoura. Em meloeiro, morangueiro, pimenteiro aplicar 0,8 l/ha.

Em tomateiro ao ar livre aplicar 1 l/ha.

Arroz

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Piriculariose
Helmintosporiose
0.8-1.0 l/ha Em arroz, no combate à piriculariose aplicar apenas antes da emergência das primeiras panículas; no combate à helmintosporiose aplicar após o aparecimento dos primeiros sintomas.
Máximo de 1 tratamento por campanha.

Cebola

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Míldio
Estenfiliose
80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do tomateiro em estufa, mais de 1 tratamento, e em tomateiro ao ar livre, cenoura, alface ao ar livre, cebola morangueiro e pimenteiro, mais de 2 tratamentos com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias em cebola, alface morangueiro e pimenteiro, de 10-12 dias em tomateiro e de 10-14 dias em cenoura. Em meloeiro, morangueiro, pimenteiro aplicar 0,8 l/ha.

Em tomateiro ao ar livre aplicar 1 l/ha.

Cenoura

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Oídio
Alternariose
80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do tomateiro em estufa, mais de 1 tratamento, e em tomateiro ao ar livre, cenoura, alface ao ar livre, cebola morangueiro e pimenteiro, mais de 2 tratamentos com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias em cebola, alface morangueiro e pimenteiro, de 10-12 dias em tomateiro e de 10-14 dias em cenoura. Em meloeiro, morangueiro, pimenteiro aplicar 0,8 l/ha.

Em tomateiro ao ar livre aplicar 1 l/ha.

Cevada

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Ferrugem castanha
Oídio
Helmintosporiose
0.8-1.0 l/ha Em trigo, no combate ao oídio, ferrugem castanha e Septoria tritici as aplicações devem ser efectuadas após o aparecimento das doenças de forma a manter sãs as 2 folhas superiores.

Em cevada, no combate ao oídio, ferrugem e helmintosporiose as aplicações devem ser efectuadas após o aparecimento das doenças por forma a manter sãs as 2 folhas superiores.

Máximo de 1 tratamento por campanha.

Courgette

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Oídio 80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do meloeiro, pepino e courgette, mais de 3 tratamentos, com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias.

Meloeiro

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Míldio
Oídio
80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do meloeiro, pepino e courgette, mais de 3 tratamentos, com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias.

Morangueiro

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Oídio 80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do tomateiro em estufa, mais de 1 tratamento, e em tomateiro ao ar livre, cenoura, alface ao ar livre, cebola morangueiro e pimenteiro, mais de 2 tratamentos com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias em cebola, alface morangueiro e pimenteiro, de 10-12 dias em tomateiro e de 10-14 dias em cenoura. Em meloeiro, morangueiro, pimenteiro aplicar 0,8 l/ha.

Em tomateiro ao ar livre aplicar 1 l/ha.

Pepino

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Míldio
Oídio
80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do meloeiro, pepino e courgette, mais de 3 tratamentos, com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias.

Pimenteiro

Doenças Concentração
(ml / hl)
Dose (l / ha)
Recomendações
Oídio 80 O Ortiva deverá ser aplicado preventivamente antes do aparecimento dos primeiros sintomas.

Não efectuar, por ciclo cultural do tomateiro em estufa, mais de 1 tratamento, e em tomateiro ao ar livre, cenoura, alface ao ar livre, cebola morangueiro e pimenteiro, mais de 2 tratamentos com este produto, ou com outro com o mesmo modo de acção (QoI). Cada aplicação deve alternar com 2 aplicações de fungicidas com diferente modo de acção. O intervalo entre aplicações deverá ser de 7-10 dias em cebola, alface morangueiro e pimenteiro, de 10-12 dias em tomateiro e de 10-14 dias em cenoura. Em meloeiro, morangueiro, pimenteiro aplicar 0,8 l/ha.

Em tomateiro ao ar livre aplicar 1 l/ha.

Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

  • GHS09

Avisos legais

Declarações de precaução

  • PRECAUÇÕES BIOLÓGICAS:
  • Para evitar o desenvolvimento de resistências, não aplicar este produto ou qualquer outro que contenha QoI mais de: 3 vezes em pepino, meloeiro e courgette; 2 vezes em tomateiro (ar livre), cenoura, alface (ar livre), cebola, morangueiro e pimenteiro; 1 vez em tomateiro (estufa), trigo, cevada e arroz.
  • O Ortiva poderá afectar algumas cultivares de macieira; deve evitar-se os arrastamentos da calda para pomares de macieira vizinhos e não utilizar o mesmo pulverizador.
  • Não é aconselhável a mistura de Ortiva com insecticidas ou acaricidas, com formulação de concentrado para emulsão em culturas de ar livre e, todos os insecticidas ou acaricidas em culturas protegidas.
  • Não aplicar nas 3 semanas seguintes à transplantação.
  • Não aplicar o produto em viveiros de plantas.
  • O Ortiva não deve ser aplicado nos locais onde comecem a verificar-se quebras de eficácia após as aplicações do produto ou de outros produtos com o mesmo modo de acção existentes no mercado.
  • A eficácia do Ortiva não é afetada pelas chuvas caídas duas horas após aplicação. Repetir o tratamento se a chuva cair antes da pulverização secar.
  • O Ortiva é seletivo para abelhas, abelhões e artrópodes úteis e não favorece o desenvolvimento dos ácaros.
  • PRECAUÇÕES TOXICOLÓGICAS, ECOTOXICOLÓGICAS E AMBIENTAIS:
  • Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
  • Se for necessário consultar um médico, mostre-lhe a embalagem ou o rótulo.
  • Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
  • Recolher o produto derramado.
  • Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado recolha de resíduos perigosos.
  • Ficha de segurança fornecida a pedido.
  • Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem, exceto nas aplicações em arrozais nas doses indicadas.
  • Para proteção dos organismos aquáticos, não aplicar em terrenos agrícolas adjacentes a águas de superfície.
  • Intervalo de segurança - 3 dias em courgette (aboborinha), meloeiro, pepino, tomateiro, morangueiro e pimenteiro; 7 dias em alface ao ar livre (não aplicar em alface em estufa); 10 dias em cenoura e 14 dias em cebola; 28 dias em arroz; 35 dias em cevada e trigo.
  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos, Telef: 808 250 143
  • A embalagem vazia deverá ser lavada três vezes, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de recepção valorfito; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.

Modo de Preparação da Calda e Utilização

A calda deve ser preparada directamente no depósito do pulverizador, procedendo da seguinte forma: colocar água até 2/3 da sua capacidade; colocar o agitador em funcionamento; deitar a quantidade de produto necessária, após retirar o filtro da “boca” do pulverizador; completar com o volume de água pretendido, agitando sempre.
Aplicar em pulverização, procurando uma boa cobertura dos orgãos a proteger.
As aplicações atrás indicadas referem-se a pulverizações em alto volume (1000 l/ha). Quando a aplicação se faz com aparelhos de médio ou baixo volume (turbinas ou atomizadores), a concentração deve ser aumentada de modo que a dose de produto por hectare seja a mesma que no alto volume.

Persistência de Ação

Varia entre 7 a 12 de acordo com a cultura e as doenças.

  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos, Telef: 808 250 143

  • Proteção Integrada

    Segundo a Diretiva do Uso Sustentável (Diretiva 2009/128/CE) que foi transposta para  a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos príncipios gerais da Proteção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumpridos esses príncipios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Proteção Integrada.

    Intervalo de Segurança

    Cultura Intervalo de segurança (dias)
    Alcachofra 7
    Abóbora 3
    Agrião de água -
    Agrião 7
    Alecrim 7
    Alface (ar livre) 7
    Alface de cordeiro (6-8 folhas) 7
    Acelga (6-8 folhas) 7
    Alho francês 21
    Amora 7
    Aneto 7
    Arroz 28
    Alho 14
    Beringela 3
    Beterraba de mesa 30
    Cebola 14
    Cebolinho 7
    Cenoura 10
    Cerefólio 7
    Cevada 35
    Chicória para Café 30
    Coentros (ar livre) 7
    Coentros (estufa) 28
    Colza 21
    Courgette 3
    Couve chinesa 14
    Couve chinesa (6-8 folhas) 7
    Couve de Bruxelas 14
    Couve Frisada 14
    Couve Frisada (6-8 folhas) 7
    Couve Repolho (6-8 folhas) 7
    Couve-brócolo 14
    Couve-flor 14
    Couves de repolho 7
    Ervilha 14
    Ervilha (6-8 folhas) 7
    Escarola 7
    Estragão 7
    Hortelã 7
    Meloeiro 3
    Mizuna (6-8 folhas) 7
    Morangueiro 3
    Mostardas  (6-8 folhas) 7
    Nabo 7
    Orégãos 7
    Orquídeas -
    Pastinaca 10
    Pepino 3
    Pimenteiro 3
    Antúrios
    Estrelícias
    Feto Ornamental
    Orquídeas
    PróteasRelva
    -
    Rabanete 14
    Rabanete (6-8 folhas) 7
    Rúcula
    Rúcula selvagem (6-8 folhas)
    7
    Salsa (ar livre) 7
    Salsa (estufa) 28
    Salva 7
    Salsa raíz grossa 7
    Tat-Soi (6-8 folhas) 7
    Tomateiro 3
    Trigo 35
    Maracujá 3
    Papoila dormideira 21
    Manjericão 7

    LMR

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU: http://ec.europa.eu/food/plant/pesticides/eu-pesticides-database/public/?event=activesubstance.selection&language=EN