You are here

Share page with AddThis

Costar WG

Ultima atualização:
01.08.2019

Insecticida

Proteção de culturas

Authorisation Number: 
1238
Pack size: 
1 kg
Composition: 
Formulation: 
Grânulos dispersíveis em água (WG)

Insecticida biológico para controlo de lagartas de lepidópteros.

O CoStar WG® é um preparado insecticida constituído por esporos e cristais de endotoxinas de Bacillus thuringiensis ssp. Kurstaki, estirpe SA-12 para controlo de lagartas jovens de lepidópteros. Actua por ingestão, afectando o tracto gastrointestinal provocando uma infeção generalizada, com a paralisia geral das lagartas, impossibilitando-as de se alimentarem e posteriormente levando-as à morte. Pertence ao grupo 11 (IRAC) disruptores microbianos das membranas intestinais dos insetos. 

Alcachofra (ar livre)

Lagartas-de-lepidópteros (Autographa gamma, Spodoptera littoralis, Helicoverpa armigera, Agrotis sp.), Lagarta-da-alcachofra (Agonopterix subpropinquella)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.75 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas até à colheita, em presença da praga,
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares)

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Alface, Espinafre, Acelga, Salsa, Cebolinho (ar livre e cultura protegida)

Lagartas-de-lepidópteros (Autographa gamma, Spodoptera littoralis, Helicoverpa armigera, Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.3 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Algodoeiro

Lagarta-do-tomate (Helicoverpa armigera), Nóctua (Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.5 – 1 Kg/ha

500 – 800 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Alho francês, Aipo (ar livre e cultura protegida)

Lagartas-de-lepidópteros (Autographa gamma, Spodoptera littoralis, Helicoverpa armigera, Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.5 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Ameixeira

Bichado-das-ameixas (Grapholita brumata), Hiponomeuta-da-ameixeira (Yponomeuta padella)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,075-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Bananeira

Traça-da-bananeira (Opogona sacchari)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,03 – 0,07 Kg/hL (dose máxima 1,05 kg/ha)

1000 – 1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 3-4

Desde o desenvolvimento do fruto até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

Batateira

Traça-da-batata (Phthorimaea operculella), Nóctua (Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.5 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita do tubérculo, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares)

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Beterraba sacarina

Lagartas-de-lepidópteros (Autographa gamma, Spodoptera littoralis, Helicoverpa armigera, Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.5 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Castanheiro

Bichado-da-castanha (Cydia splendana)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,1-0,15 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

500- 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento do fruto até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Cerejeira

Traça (Cheimatobia brumata)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,075-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Couve-flor, Couve-bróculo, Couve-de-repolho, Couves-de-folhas (ar livre)

Nóctuas (Mamestra brassicae, Spodoptera sp., Agrotis sp.), Traça-da-couve (Plutella xylostella), Lagarta-da-couve (Pieris sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.3 – 1 Kg/ha

200 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Ervilheira, Faveira, Colza (ar livre)

Lagartas-de-lepidópteros (Autographa gamma, Spodoptera littoralis, Helicoverpa armigera, Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.75 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas

Feijoeiro, Feijão-verde (ar livre)

Lagartas-de-lepidópteros (Autographa gamma, Spodoptera littoralis, Helicoverpa armigera, Agrotis sp.), Lagarta-do-feijão (Etiella zinckenella
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.75 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas até à colheita, em presença da praga,
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Laranjeira, Limoeiro

Traça-do-limoeiro (Prays citri)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,05-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita, em presença da praga. Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Macieira

Bichado-da-fruta (Cydia pomonella), Hiponomeuta (Yponomeuta malinellus)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,05-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Melancia, Meloeiro, Courgette, Abóbora, Pepino (ar livre e cultura protegida)

Lagarta (Autographa gamma), Lagarta-do-tomate (Helicoverpa armigera), Lagarta-rosca (Agrotis ipsilon), Nóctuas (Spodoptera littoralis, Agrotis segetum)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.3 – 1 Kg/ha

200 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Milho

Piral (Ostrinia nubilalis)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.5 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Morangueiro (ar livre e cultura protegida)

Lagarta-do-tomate (Helicoverpa armigera), Nóctua (Spodoptera sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.3 – 1 Kg/ha

1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

 

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Oliveira

Traça-da-oliveira (Prays oleae)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,05-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Pereira, Nespereira

Bichado-da-fruta (Cydia pomonella)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,05-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Pessegueiro, Nectarina, Damasqueiro

Traça-oriental-do-pessegueiro (Grapholita molesta), Anársia (Anarsia lineatella)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,075-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Pimenteiro, Beringela (ar livre e cultura protegida)

Lagarta-do-tomate (Helicoverpa armigera), Nóctuas (Spodoptera sp., Agrotis segetum)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.3 – 1 Kg/ha

200 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

 

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Pinheiro

Processionária-do-pinheiro (Thaumetopoea pityocampa)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000 – 1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Em presença da praga. Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Rabanete (ar livre e cultura protegida)

Nóctuas (Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.5 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Relvados

Lagartas-de-lepidópteros (Autographa gamma, Spodoptera littoralis, Helicoverpa armigera, Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

1 – 1,5 Kg/ha

1000 –1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Em presença da praga. Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Sobreiro, Azinheira

Limântria-do-sobreiro (Lymantria dispar)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000 – 1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Em presença da praga. Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Tabaco

Lagarta-do-tomate (Helicoverpa armigera), Nóctua (Agrotis sp.)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.5 – 1 Kg/ha

500 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Tomateiro (ar livre e cultura protegida)

Lagarta-do-tomate (Helicoverpa armigera), Nóctuas (Spodoptera sp., Agrotis segetum), Traça-do-tomateiro (Tuta absoluta)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0.3 – 1 Kg/ha

200 – 1000 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o desenvolvimento das folhas (2ª folha) até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Videira

Traças-dos-cachos (Lobesia botrana, Eupoecilia ambiguella)
Dose máxima individualVolume de águaRecomendaçõesIntervalo de segurançaComentário

0,05-0,1 Kg/hL (dose máxima 1,5 kg/ha)

1000-1500 L/ha

Nº de aplicações por ciclo cultural: 2 – 6*

Desde o fim da floração até à colheita, em presença da praga.
Preferencialmente à eclosão dos ovos ou em lagartas jovens (nos primeiros instares).

-

* Seguir o nº máximo de aplicações indicado na tabela, respeitando o intervalo mínimo de 1 semana entre aplicações. Pode voltar a efetuar o mesmo número de tratamentos desde que interrompa a aplicação deste produto durante 4 semanas seguidas.

Declarações de precaução

  • Ficha de segurança fornecida a pedido.
  • Se for necessário consultar um médico, mostre-lhe a embalagem ou o rótulo.
  • Não respirar as poeiras e a nuvem de pulverização.
  • Não pode entrar em contacto com os olhos, a pele ou a roupa.
  • Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
  • Em caso de irritação ou erupção cutânea: consulte um médico.
  • Eliminar o conteúdo e a embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
  • O aplicador deverá usar luvas, vestuário de proteção e máscara respiratória durante a preparação da calda e aplicação do produto.
  • Impedir o acesso de trabalhadores e pessoas estranhas ao tratamento às zonas tratadas até à secagem do pulverizado.

Modo de Preparação da Calda e Utilização

Na preparação da calda deitar metade do volume de água adequado para a pulverização prevista. Deitar quantidade de produto necessária e completar o volume de água pretendido, assegurando agitação contínua.

Para aplicação com barra de pulverização em culturas baixas:
Calibrar correctamente o equipamento, calculando o volume de calda gasto por ha, de acordo com o débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho, com especial cuidado na uniformidade da distribuição da calda.
A quantidade de produto e o volume de calda deve ser adequado à área de aplicação, respeitando as doses indicadas.

Para aplicação em culturas arbustivas e arbóreas:
Calibrar correctamente o equipamento, assegurando a uniformidade na distribuição de calda no alvo biológico pretendido.
Calcular o volume de calda gasto por ha em função do débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas).
Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose.

  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef: 808 250 143

  • Proteção Integrada

    Segundo a Diretiva do Uso Sustentável (Diretiva 2009/128/CE) que foi transposta para a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos princípios gerais da Proteção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumpridos esses princípios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Proteção Integrada.

    LMR

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU: http://ec.europa.eu/food/plant/pesticides/eu-pesticides-database/public/?event=activesubstance.selection&language=EN