You are here

Share page with AddThis
Pirimor G

Pirimor G

Ultima atualização:
21.03.2018

Insecticida

Proteção de culturas

Authorisation Number: 
3500
Pack size: 
50 g
Composition: 
Formulation: 
Grânulos dispersíveis em água

Inseticida indicado no combate aos afídeos (piolhos) do pessegueiro, macieira, pereira, couve-de-bruxelas, feijoeiro, pepino, alface, batateira, roseiras, craveiros, crisântemos, cinerárias, ciclames, trigo, aveia e cevada.

O PIRIMOR G é um inseticida sistémico que atua por contacto, ingestão e fumigação. Tem rápida ação de choque. É eficaz mesmo contra espécies resistentes aos inseticidas organofosforados. Apresenta grande facilidade de penetração nos tecidos vegetais pelo que é eficaz mesmo quando os afídeos se encontram no interior de folhas enroladas. Possui boa persistência de ação.

Alface (ar livre)

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos50-751

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Alface (em estufa)

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos502

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Aveia

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos250 g/ha2Aplicar de preferência no início da infestação.
Aplicar só até à floração.
Em Aveia e Cevada o combate aos afídeos pode realizar-se por via aérea ou terrestre.

Batateira

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos502

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Cevada

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos250 g/ha2Aplicar de preferência no início da infestação.
Aplicar só até à floração.
Em Aveia e Cevada o combate aos afídeos pode realizar-se por via aérea ou terrestre.

Ciclames

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos50-75-

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Cinerárias

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos50-75-

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Couve-de-bruxelas

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos50-751

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Craveiro

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos50-75-

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Crisântemo

PragasConcentração (g/hl)/Dose (g/ha)Número máximo de aplicaçõesRecomendações
Afídeos ou Piolhos50-75-

Aplicar, de preferência, no início da infestação.

Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o Plenum 50 WG e o Karate Zeon, nas culturas onde estiverem homologados.

Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

  • GHS09

  • GHS06

Avisos legais

Declarações de precaução

  • Desaconselha-se a mistura do PIRIMOR e do INSEGAR.
  • O combate aos afídeos nos cereais pode realizar-se por via aérea ou terrestre.
  • Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o PLENUM 50 WG no caso do pessegueiro, dos citrinos e das ornamentais, o KARATE ZEON no caso da macieira, da pereira e dos cereais.
  • Tóxico por ingestão.
  • Provoca irritação ocular grave.
  • Nocivo por inalação.
  • Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
  • Evitar respirar as poeiras/fumos/gases/névoas/vapores/aerossóis.
  • Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
  • Usar luvas de proteção/vestuário de proteção/proteção ocular/proteção facial.
  • EM CASO DE INGESTÃO: contacte imediatamente um CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou um médico.
  • SE ENTRAR EM CONTACTO COM OS OLHOS: enxaguar cuidadosamente com água durante vários minutos. Se usar lentes de contacto, retire-as, se tal lhe for possível. Continuar a enxaguar.
  • Caso a irritação ocular persista: consulte um médico.
  • Recolher o produto derramado.
  • Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
  • Ficha de segurança fornecida a pedido.
  • Contém pirimicarbe. Pode provocar uma reação alérgica.
  • Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.
  • Para proteção dos organismos aquáticos, não aplicar em terrenos agrícolas adjacentes a águas de superfície.
  • No caso de aplicações aéreas, as empresas aplicadoras deverão assegurar os cuidados indispensáveis à segurança de todo o pessoal envolvido no tratamento e tomar em consideração os aspetos inerentes a esta técnica de aplicação, de modo a não contaminar as áreas circunvizinhas da área a tratar.
  • Antídoto - sulfato de atropina.
  • Intervalo de Segurança - 7 dias em alface ao ar livre, feijoeiro e couve-de-bruxelas; 14 dias em macieira, pereira, pessegueiro, alface em estufa, pepino, batateira; 35 dias em trigo; em aveia e cevada aplicar só até à floração.
  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef: 808 250 143
  • A embalagem vazia não deverá ser lavada, sendo completamente esgotada do seu conteúdo, inutilizada e colocada em sacos de recolha, sempre que possível, devendo estes serem entregues num centro de receção Valorfito

Modo de Preparação da Calda e Utilização

No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre.
As concentrações atrás indicadas referem-se a pulverização em alto volume (1000 litros/ha). Quando a aplicação se faz com aparelhos de médio ou baixo volume (turbinas ou atomizadores), a concentração da calda deve ser aumentada de tal modo que a dose de produto por hectare seja a mesma que no alto volume.

Precauções Biológicas

Desaconselha-se a mistura do PIRIMOR e do INSEGAR.
O combate aos afídeos nos cereais pode realizar-se por via aérea ou terrestre.
Recomenda-se a alternância deste produto com aficidas com outro modo de acção como o PLENUM 50 WG no caso do pessegueiro e das ornamentais, o KARATE ZEON no caso da macieira, da pereira e dos cereais.

  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef: 808 250 143

  • Protecção Integrada

    Segundo a Directiva do Uso Sustentável (Directiva 2009/128/CE) que foi transposta para a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos príncipios gerais da Protecção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumprido esses príncipios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Protecção Integrada.

    Intervalo de Segurança

    CulturaIntervalo de Segurança (dias)
    Alcachofra14
    Aipo (raiz)7
    Aipo (caule)7
    Agrião de água7
    Alface de cordeiro (6-8 folhas)7
    Chicória (escarola)7
    Couve chinesa7
    Pastinaca7
    Couve de Bruxelas7
    Feijão com casca7
    Couve Nabo7
    Acelga14
    Coentros7
    Espinafre7
    Salsa7
    Batata14
    Nabo7
    Trigo35
    Beterraba de mesa7
    Beterraba sacarina14
    Alface7 dias (ar livre)
    14 dias (estufa)
    Mizuna
    (6-8 folhas)
    7 dias (ar livre)
    14 dias (estufa)
    Mostardas
    (6-8 folhas)
    Rúcula
    (6-8 folhas)
    Rucula selvagem
    (6-8 folhas)
    Espinafre
    (6-8 folhas)
    Couve chinesa
    (6-8 folhas)
    Tatsoi
    (6-8 folhas)
    Ervilha
    (6-8 folhas)
    Couve brócolos
    (6-8 folhas)
    Couve frisada
    (6-8 folhas)
    Couve repolho
    (6-8 folhas)
    Couve-de-bruxelas
    (6-8 folhas)
    Couve-flor
    (6-8 folhas)
    Komatsuna
    (6-8 folhas)
    Acelga 
    (6-8 folhas)
    Rabanete
    (6-8 folhas)
    Feijão sem casca7
    Aveia---
    Cevada---
    Pepino14
    Macieira14
    Pereira14
    Pessegueiro14
    Cerefólio10
    Colza21
    Couves de Repolho
    (Couve repolho,
    Couve roxa,
    Couve lombarda)
    7
    Couve Frisada
    (Couve galega e
    Couve portuguesa)
    7
    Salva10
    Oregãos10
    Aneto7
    Estragão10
    Manjericão10
    Antúrios---
    Salsa de raíz grossa7
    Hortelã10
    Romãzeira---

    L.M.R.

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU:: http://ec.europa.eu/sanco_pesticides/public/index.cfm