You are here

HÍBRIDOS DE MILHO POR UMA RAÇÃO ENERGÉTICAMENTE EFICAZ

A última década ficou marcada por alterações profundas nas explorações leiteiras. Nova regulamentação e o fim das quotas leiteiras obrigaram cada exploração a alterar procedimentos de produção e gestão, por forma a se adaptar a um futuro em mutação.

Os ajustes levaram ao aumento da dimensão das explorações, obrigaram a uma maior intensificação da produção, com mais litros de leite por vaca, e o milho passou a fazer parte da dieta alimentar das vacas 365 dias por ano. As explorações leiteiras do Sul da Europa acompanham as tendências já introduzidas nas explorações dos países do Norte da Europa: produzir mais com custos de crescimento controlados.

A eficácia energética no topo dos critérios da seleção varietal

Atenta às tendências do mercado e detentora de um vasto portfólio de variedades de milho silagem na Europa, a Syngenta, anticipou a evolução, lançando em meados dos anos 2000 o programa PowercellTM. Com este programa, a Syngenta, optou por colocar no topo dos critérios de seleção de variedades a qualidade do quilo de matéria seca.

Os nossos geneticistas orientam a sua investigação para a obtenção de variedades de milho com elevada digestibilidade, adaptadas a uma alimentação eficaz durante todo o ano, seja Verão ou Inverno. Os híbridos PowercellTM combinam duas fontes energéticas - um elevado nível de fibras digestíveis com um nível de amido adequado garantindo aos produtores de leite um milho altamente energético.

Potencial energético constante durante toda a janela de colheita

Evolução do valor energético em função da percentagem de matéria seca:

Uma variedade Syngenta é rotulada como Powercell após um estudo comparativo com duas variedades de tipo duro-dentado de perfis energéticos distintos e com precocidade idêntica.

Um equilíbrio energético que confere múltiplas vantagens às variedades PowercellTM:

  • Mais energia
  • Maior eficácia alimentar
  • Potencial energético constante durante toda a janela de colheita
  • Melhor adaptação à dieta animal de Verão e Inverno

 

Por uma dieta alimentar mais energética e eficaz

  • Mais fibras digestíveis densificam a energia da ração
  • Potencial energético constante em toda a janela de colheita assegura o fornecimento de energia
  • Taxa de amido adequada, amido totalmente degradado