You are here

Affirm Opti

Ultima atualização:
15.07.2022

Insecticida

Proteção de culturas

Authorisation Number: 
1362
Pack size: 
5 kg
Composition: 
Formulation: 
Grânulos dispersíveis em água (WG)

Inseticida para controlo de: bichados em macieira, pereira, marmeleiro, nogueira, amendoeira, castanheiro e ameixeira; lagartas mineiras e pandemis em macieira e pereira; traça oriental e anársia em pessegueiro incluindo nectarinas; tortricídeo-dos-frutos e cápua em cerejeira e enroladoras das folhas em actinídea.

O AFFIRM OPTI® é um inseticida foliar que atua por ingestão e de contacto. Pertence ao grupo químico das avermectinas. Atua no mecanismo de contração e relaxamento muscular originando um bloqueio permanente na capacidade de movimentação: grupo 6 IRAC MoA (ativadores dos canais de cloro). Penetra rapidamente na planta (movimento translaminar), o que evita que seja arrastado ou lavado da superfície foliar, mas não é sistémico.

Actinídia (kiwi)

Enroladoras das folhas (Argyrotaenia ljungiana)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

150 - 200 g/hL
(máx. de 2 Kg/ha)

1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas da primeira geração. Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, com um intervalo mínimo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação. Todas as aplicações terão de ser efetuadas com trator com cabine fechada.

7 dias

Ameixeira

Bichado-da-fruta (Cydia funebrana)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

200 g/hL
(máx. de 2 Kg/ha)

1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas, desde o desenvolvimento dos frutos até à colheita.

Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, para o conjunto dos inimigos, com um intervalo mínimo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação.

Pulverização, todas as aplicações terão de ser efetuadas com trator com cabine fechada.

7 dias

Amendoeira e Nogueira

Bichado da fruta (Cydia pomonella)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

150 - 200 g/hL
(máx. de 2 Kg/ha)

1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas da primeira geração, desde o desenvolvimento dos frutos até à colheita (BBCH 71-89). Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, com um intervalo minímo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação.

Pulverização, todas as aplicações terão de ser efectuadas com trator com cabine fechada.

 7 dias

Castanheiro

Bichado-da-castanha (Cydia Splendana), Traça-intermédia-das-castanhas (Cydia fagiglandana), Traça-precoce-das-Castanhas (Pammene fasciana)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

150 - 200 g/hL
(máx. de 2 Kg/ha)

1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas da primeira geração, desde o desenvolvimento dos frutos até à colheita (BBCH 71-89). Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, com um intervalo minímo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação.

Pulverização, todas as aplicações terão de ser efectuadas com trator com cabine fechada.

7 dias

Cerejeira

Tortricídeo-dos-frutos (Archips sp.) e Cápua (= traça-da-fruta) (Adoxophyes orana)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

150 - 200 g/hL
(máx. de 2 Kg/ha)

1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas da primeira geração. Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, com um intervalo mínimo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação. Todas as aplicações terão de ser efetuadas com trator com cabine fechada.

7 dias

Macieira e Pereira

Bichado da fruta (Cydia pomonella), Lagarta-mineira-das-folhas (Leucoptera scitella), Lagarta-mineira-marmoreada (Phyllonorycter blancardella), Traça-pandemis (Pandemis heparana)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

150 - 200 g/hL
(máx. de 2 Kg/ha)

800 - 1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas, desde o desenvolvimento dos frutos até à colheita.

Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, para o conjunto dos inimigos, com um intervalo mínimo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação.

Pulverização, todas as aplicações terão de ser efetuadas com trator com cabine fechada.

7 dias

Marmeleiro

Bichado-da-fruta (Cydia pomonella)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

150 - 200 g/hL
(máx. de 2 Kg/ha)

800 - 1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas, desde o desenvolvimento dos frutos até à colheita.

Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, para o conjunto dos inimigos, com um intervalo mínimo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação.

Pulverização, todas as aplicações terão de ser efetuadas com trator com cabine fechada.

7 dias

Pessegueiro e Nectarina

Anársia (Anarsia lineatella), Traça-oriental-do-pessegueiro (Cydia molesta)
Dose máxima individualVolume de caldaRecomendaçõesIntervalo de segurança

150 g/hL
(máx. de 1,5 Kg/ha)

1000 L/ha

Aplicar à eclosão das larvas, desde o desenvolvimento dos frutos até à colheita.

Efetuar no máximo 3 aplicações por ciclo cultural, para o conjunto dos inimigos, com um intervalo mínimo de 7 dias, alternando os tratamentos com produtos com diferentes modos de ação.

Pulverização, todas as aplicações terão de ser efetuadas com trator com cabine fechada.

7 dias

Classificação, rotulagem e embalagem (CRE)

  • GHS08

  • GHS09

Avisos legais

Declarações de precaução

  • Pode afetar o sistema nervoso após exposição prolongada ou repetida.
  • Muito tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
  • Não respirar as poeiras e a nuvem de pulverização.
  • Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
  • Evitar a libertação para o ambiente.
  • Recolher o produto derramado.
  • Eliminar o conteúdo e a embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
  • Ficha de segurança fornecida a pedido.
  • Não poluir a água com este produto ou com a sua embalagem. [Não limpar o equipamento de aplicação perto de águas de superfície. Evitar contaminações pelos sistemas de evacuação de águas das explorações agrícolas e estradas.]
  • Para proteção dos organismos aquáticos, respeitar uma zona não pulverizada de 20 metros em relação às águas de superfície. Sempre que possível utilizar bicos anti-deriva, podendo nesse caso reduzir a largura das zonas não pulverizadas.
  • • Bicos anti-deriva que garantam redução no arrastamento da calda para 50%, largura das zonas não pulverizadas 15 metros.
  • • Bicos anti-deriva que garantam redução no arrastamento da calda para 75%, largura das zonas não pulverizadas 10 metros.
  • • Bicos anti-deriva que garantam redução no arrastamento da calda para 90%, largura das zonas não pulverizadas 5 metros.
  • Perigoso para as abelhas. Para proteção das abelhas e de outros insectos polinizadores, não aplicar este produto na presença de infestantes em floração. Remover as infestantes antes da aplicação do produto.
  • Manter em local seco, ventilado e protegido dos raios solares.
  • Na entrada dos trabalhadores às zonas tratadas, estes deverão usar camisa de mangas compridas, calças, meias e botas.
  • O aplicador deverá usar: luvas, vestuário de proteção com capucho e máscara respiratória durante a preparação da calda; luvas, vestuário de proteção e trator com cabine fechada durante a aplicação do produto.
  • Impedir o acesso de trabalhadores e pessoas estranhas ao tratamento, às zonas tratadas até à secagem do pulverizado.
  • Após o tratamento lavar bem o material de proteção, tendo o cuidado especial em lavar as luvas por dentro.

Modo de Preparação da Calda e Utilização

Na preparação da calda deitar metade do volume de água adequado para a pulverização prevista. Deitar a quantidade de produto necessária e completar o volume de água pretendido, assegurando agitação contínua.

Calibrar corretamente o equipamento, assegurando a uniformidade na distribuição de calda no alvo biológico pretendido.
Calcular o volume de calda gasto por ha em função do débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas).
Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose.

Volume de calda: Pomóideas – 800-1000 L/ha; Prunóideas, Frutos secos, Cerejeira e Actinídia – 1000 L/ha.

Precauções Biológicas

Dado o risco intrínseco do aparecimento de resistências a qualquer inseticida, recomenda-se o uso de AFFIRM OPTI® segundo um programa anti-resistência que compreenda a alternância de outros inseticidas com diferentes modos de ação.

  • Em caso de intoxicação contactar o Centro de Informação Antivenenos (CIAV). Telef: 800 250 250.

  • Proteção Integrada

    Segundo a Diretiva do Uso Sustentável (Diretiva 2009/128/CE) que foi transposta para a Lei nº 26/2013 (a 11 de Abril), é obrigatória a aplicação dos príncipios gerais da Proteção Integrada por todos os utilizadores profissionais. Cumpridos esses princípios gerais, todos os produtos fitofarmacêuticos autorizados em Portugal, para o combate aos inimigos das culturas são passíveis de ser utilizados em Proteção Integrada.

    LMR

    Informação relativa aos LMRs, consultar a informação na página oficial da EU: https://ec.europa.eu/food/plant/pesticides_en